E&P

Desenvolvimentos offshore em águas profundas e ultra profundas têm levado a grandes investimentos, portanto, sua lucratividade terá que ser avaliada o mais completamente possível. Uma maneira de reduzir os custos do desenvolvimento dos reservatórios é usar os sistemas de produção antecipada (EPS). Eles reduzem o tempo para o primeiro óleo e proporcionam um melhor conhecimento do reservatório. A tecnologia para o sistema de produção piloto teve sucesso no Brasil para produção em águas profundas e ultraprofundas com FPSOs construídos propositadamente.

A Petrodin Hybrid Offshore teve a experiência do gerenciamento da produção antecipada em Águas Profundas no Brasil, para reduzir o tempo de uma descoberta feita até a primeira produção. Estudos e análises foram realizados para avaliar conceitos de produção inicial em águas profundas, indicando que esta é uma opção viável para o EPS - Early Production System.

Atualmente, existe uma demanda crescente por Unidades Flutuantes de Produção e Armazenamento (FPSOs) para águas profundas e ultraprofundas, a Petrodin pode fornecer o suporte para desenvolver um sistema de EPS personalizado.